SPYRO THE DRAGON
CRASH BANDICOOT
 
JOGOS LANÇADOS
DICAS DOS JOGOS
DETONADOS PUBLICADOS
PERSONAGENS
 
ANÁLISE "N. SANE TRILOGY"
JOGOS LANÇADOS
DICAS DOS JOGOS
DETONADOS PUBLICADOS
PERSONAGENS
 
ÁREA FÃ
CONCURSO CULTURAL 2017
JOGOS ONLINE
LINHA DO TEMPO
LINKS RECOMENDADOS
JOGOS RECOMENDADOS
PARCEIROS
CONTATO
JOGOS LANÇADOS DICAS DOS JOGOS  DETONADOS PUBLICADOS PERSONAGENS
Página Inicial

THE LEGEND OF SPYRO: DAWN OF THE DRAGON GALERIA ANÁLISE
 
FICHA TÉCNICA
 

Produtora Étranges Libellules

Nota do Site

9.2

9.6 (4)

Distribuidora Activision Inc / Sierra Entertainment
Publicadora Activision Inc / Sierra Entertainment
Plataforma(s) PlayStation 2, PlayStation 3, Xbox 360, Nintendo Wii
Classificação Todas as idades +10
Data de Lançamento 10/10/2007
Gênero Ação/Aventura
Número de Jogadores 1 ou 2
Acessórios Memory Card/Cooperativo Offline
 
HISTÓRIA
 

          Após o final dramático da batalha entre Spyro e Gaul, onde Spyro, Cynder e Sparx ficaram presos na fortaleza, o cristal na qual Spyro se aprisionou juntamente com seus amigos foi encontrada por soldados que estavam a serviço de Malefor. Eles quebram o cristal e colocam nos pescoços de Spyro e Cynder uma espécie de coleira mágica que fica invisível, porém super resistente.

           Sparx é salvo por um misterioso soldado chamado Hunter. Logo em seguida, após uma batalha contra um Golem de Fogo, Spyro e Cynder descobrem o que realmente aconteceu após eles terem se aprisionado no cristal. Ficam sabendo que se passaram 3 anos após a batalha contra Gaul e que Malefor está prestes a trazer destruição ao Mundo dos Dragões. É nessa hora que Spyro, Cynder, Sparx e Hunter começam a aventura que terá muitas surpresas em seu desenrolar.

 
GALERIA
 
Imagens do Jogo
 
[photogallery/photo25487/real.htm]
 
Vídeos
 

Entrevista completa da Game Trailers com Elijah Wood e cenas do gameplay do jogo (Vídeo em inglês/Sem legendas)

Fonte: Game Trailers

 


Vídeo do gameplay do jogo no Nintendo DS (Vídeo em inglês/Sem legendas)

Fonte: YouTube

 
 
ANÁLISE
 

SOM

                   
10

9.2

ótimo

Pontos Positivos
* Gráficos bonitos * Músicas legais, de acordo com o clima espectral do jogo * Vôo Livre * Mais itens a coletar
 
Pontos Negativos
* Câmera no modo co-op meio complicada
GRÁFICOS
                   
10
DESAFIO
                   
9
JOGABILIDADE
                   
8
GERAL
                   
9
 
Análise do Jogo
por Paulo DB - revisado em 20/01/10

          A avaliação que você está começando a ler é para a versão PS2, mas serve como inspiração para as demais versões. Depois de 3 anos, a trilogia Legend of Spyro termina. E termina em bom estilo: versões para os consoles de nova geração (PS3 e X360) proporcionando visuais melhores, jogabilidade nova com a estreia do voo livre, além da "estreia" de Hunter na série.

           O jogo conta a saga de Spyro e Cynder em busca da paz do mundo dos dragões e do segredo do Dark Master que, finalmente será revelado. Um dos pontos muito bons do jogo é justamente a forma como é contada a história do jogo. Esse jogo foi desenvolvido por uma empresa francesa chamada Étranges Libellules, famosa por desenvolver jogos de Asterix & Obelix para PS2.

         Dawn of the Dragon apresenta novidades em relação aos anteriores da trilogia e ainda em relação a todos os jogos anteriores do Spyro, uma delas é o voo livre. Com isso o jogador tem a possibilidade de voar a qualquer momento, quando tiver vontade. Por muitas vezes você esquecerá do objetivo principal do jogo, só para poder deslumbrar a paisagem que está muito bonita. A empresa fez um excelente trabalho no desenvolvimento do jogo, se tornando um dos melhores do Spyro para PS2. Se fizermos um ranking dos melhores jogos do Spyro para o console, esse jogo conquistaria, no mínimo, o segundo lugar. Os gráficos em todas as versões foram melhorados ao extremo, mostrando com mais realismo os cenários e inimigos. Desta vez, os inimigos são muito bem feitos e perderam aquela voz "chatinha" dos jogos anteriores.

         Os sons do jogo são de primeira qualidade. Dá para ouvir todos os mínimos detalhes nos áudios das fases. A trilha sonora do jogo é a melhor produzida dentro da trilogia, principalmente a música dos créditos que é cantada novamente por Rebecca Kneubuhl, mas agora juntamente com seu parceiro Gabriel Mann. Além das músicas, as dublagens do jogo estão de primeira, incluindo nomes famosos como Elijah Wood (novamente como Spyro), Blair Underwood (como Hunter), Gary Oldman (novamente como Ignitus), Christina Ricci (como Cynder), Mark Hamill (como Dark Master) e Wayne Brady (como Sparx). O jogo conta também com dublagens em vários idiomas como francês e espanhol.

         No jogo também foram incluídos elementos extras como dois tipos de poder de baforada para cada elemento (fogo, gelo, pedra e eletricidade para Spyro e medo, vento, veneno e sombra para Cynder), além dos poderes de Fúria. Nesse jogo foram incluídas armaduras que podem servir para aumentar a defesa, o ataque e esquiva. Os combos foram melhorados e agora não serão repetitivos como nos anteriores. Você pode combinar vários botões para realizar os combos.

           Como num jogo, nem tudo são flores, esse jogo tem um problema que ocorre há muito tempo em jogos do Spyro: a câmera. Em alguns momentos você fica perdido sem saber para onde ir, mas não chega a ser um ponto tão ruim no jogo, até porque assim você terá mais motivos para explorar os imensos cenários do jogo.

          Concluindo, o jogo cumpriu o prometido e está encerrando com "chave de ouro" a trilogia que, apesar de ter sido duramente criticada por muitos, trouxe de volta a magia do mundo de Spyro. Vamos aguardar para saber se teremos novidades do nosso dragãozinho em breve...

 
ANÁLISES DE VISITANTES DO SITE
 
#05 - Data: 09/04/2015 - Identificação: Cassio Junio

SOM

10 "As músicas são extremamente ótimas. Combina com cada momento."
GRÁFICOS 10 "Provavelmente é o jogo do Spyro com os melhores até hoje. Cenários lindos e impressionantes para o PS2."
DESAFIO 9 "Às vezes você simplesmente fica perdido e não sabe o que fazer."
JOGABILIDADE 10 "Os combates são difíceis no começo, mas depois que aprende fica mais fácil."
  9.8
#04 - Data: 26/06/2012 - Identificação: Bruno Zilli

SOM

10 "As músicas estão espetaculares!"
GRÁFICOS 10 "São os melhores gráficos que eu já vi em um jogo do Spyro!"
DESAFIO 10 "O jogo não é nem muito fácil nem muito difícil."
JOGABILIDADE 10 "Os combates aéreos são muito ruins e a Cynder (quando não está sendo controlada por uma pessoa) não ajuda muito a gente."
  10.0
#03 - Data: 03/05/2011 - Identificação: Patrick Lebrand

SOM

10 "Muito bons, concordo com o site, muito bem detalhados."
GRÁFICOS 10 "Perfeitos, muito bons, fiquei muito tempo vendo o vale de Avalar."
DESAFIO 10 "Voltamos ao Spyro antigo, ajudando as pessoas."
JOGABILIDADE 10 "Muito boa, combos perfeitos, movimentos realistas."
  10.0
#02 - Data: 24/01/2011 - Identificação: Raul Santos

SOM

10 "Músicas muito legais e bem parecidas com God of War."
GRÁFICOS 10 "O jogo ficou muito bonito com os gráficos bem trabalhados."
DESAFIO 10 "Não há do que reclamar."
JOGABILIDADE 10 "Golpes interessantes e sem nenhum problema para controlar."
  10.0
#01 - Data: 08/04/2010 - Identificação: André Alessi

SOM

10 "A trilha sonora está incrível, com músicas que entram bem do clima do jogo."
GRÁFICOS 10 "Os gráficos estão muito bem detalhados, personagens bonitos, os cristais parecem de verdade e o ambiente é incrível."
DESAFIO 8 "O jogo tem um desafio meio confuso, os chefes são muito fáceis e os inimigos normais relativamente difíceis."
JOGABILIDADE 6 "A câmera é confusa, os golpes são repetitivos (embora bem feitos), o combate aéreo é horrível e as QTEs são muito repetitivas."
  8.5

Dragons & Bandicoots © 2001/2017 - Versão 15.0

Site desenvolvido e criado por Paulo Moreira (dragonsb). Os personagens mencionados neste site são marcas registradas de Activision, Inc. O site Dragons & Bandicoots não possui nenhuma ligação com a empresa mencionada.
Site hospedado por Webhost Brasil.