SPYRO THE DRAGON
CRASH BANDICOOT
 
JOGOS LANÇADOS
DICAS DOS JOGOS
DETONADOS PUBLICADOS
PERSONAGENS
 
ANÁLISE "N. SANE TRILOGY"
JOGOS LANÇADOS
DICAS DOS JOGOS
DETONADOS PUBLICADOS
PERSONAGENS
 
ÁREA FÃ
CONCURSO CULTURAL 2017
JOGOS ONLINE
LINHA DO TEMPO
LINKS RECOMENDADOS
JOGOS RECOMENDADOS
PARCEIROS
CONTATO
JOGOS LANÇADOS DICAS DOS JOGOS  DETONADOS PUBLICADOS PERSONAGENS
Página Inicial

CRASH BANDICOOT 2: N. TRANCED Galeria ANÁLISE
 
FICHA TÉCNICA
 

Produtora Vicarious Visions

Nota do Site

9.0

9.1 (3)

Publicadora Universal Interactive Studios
Distribuidora Universal Interactive Studios
Plataforma(s) GameBoy Advance
Classificação Todas as Idades
Data de Lançamento 07/01/2003
Gênero Plataforma
Número de Jogadores 1 ou 2
Acessórios Memory Card - Multiplayer - Cable Link
 
HISTÓRIA
 
         Após Neo Cortex ser derrotado, Uka Uka e N. Tropy conversam sobre um plano para derrotar Crash e sua turma. Quando N. Tropy tem a ideia de usar sua nova criação: N. Trance - o mestre da hipnose. O plano consistia em usar os amigos de Crash como arma para derrotá-lo, controlando suas mentes. Foi quando um portal surgiu em N. Sanity Island e sugou Crunch e Coco Bandicoot para outra dimensão.

          Com a ajuda de Aku Aku, Crash conseguiu escapar do portal e não foi sugado, porém seu sósia Fake Crash foi sugado em seu lugar. Aku Aku tem a ideia de se transportar para a dimensão de N. Tropy juntamente com Crash para salvar seus amigos capturados.

          A missão de Crash é a de coletar cristais para alcançar a base de N. Tropy e destruir seus planos e N. Trance.

 
GALERIA
 
Imagens do Jogo
 
[photogallery/photo8170/real.htm]
 
ANÁLISE
 

SOM

                   
8

9.0

ótimo

Pontos Positivos
* Jogabilidade simples * Desafios de relíquias proporcionam maior tempo de vida ao jogo * Gráficos melhorados com relação à última versão * Novos equipamentos para Crash
 
Pontos Negativos
* Sons idênticos aos dos jogos anteriores
GRÁFICOS
                   
10
DESAFIO
                   
9
JOGABILIDADE
                   
9
GERAL
                   
9
 
Análise do Jogo
por Paulo Moreira - revisado em 05/01/2011

        Quase 1 ano depois do lançamento de Crash Bandicoot: The Huge Adventure, a Vicarious Visions produz e a Universal Interactive lança para o portátil da Nintendo a segunda aventura de Crash intitulada Crash Bandicoot 2: N-Tranced.

        Nesse jogo, como o título já condena, conta com a presença de um novo personagem. Seu nome é N. Trance. Ele é uma criação de N. Tropy que, como todos sabem, é capaz de controlar o tempo. Já N. Trance é capaz de controlar as mentes dos seres vivos. Aproveitando-se dessa capacidade, N. Trance controlou os nossos amigos, exceto Crash, é claro.

        O jogo apresenta gráficos melhorados em relação ao jogo anterior, com algumas novidades bem legais, como a participação de Crunch Bandicoot em fases no estilo Atlasphere, famoso mini-game do jogo "Crash Bandicoot: The Wrath of Cortex" e a participação de Coco Bandicoot em fases espaciais.

        A jogabilidade é simples... Para quem já jogou o jogo anterior, não há novidades no controle. O desafio também não mudou muito, apenas ficou mais demorado terminar o jogo...

        N. Tranced possui ainda conexão via Cable Link entre dois Game Boys para partidas no modo Atlasphere, o que proporciona ainda mais diversão ao jogo.

ANÁLISES DE VISITANTES DO SITE
 
#03 - Data: 05/04/2015 - Identificação: Fagner da Luz dos Santos

SOM

8 "Novamente tivemos releitura de músicas vindas dos clássicos do PSone, desta vez com maior influência do Crash Bandicoot: Warped. Me pareceram ainda melhor comparadas com o jogo anterior e tivemos mais músicas originais. A área sonora está boa, mas novamente faltou originalidade e por isso não ganha a nota máxima, apesar de algumas das releituras terem ficado épicas no Gameboy Advanced."
GRÁFICOS 9 "Estão mais detalhados do que no jogo anterior. Mais uma vez a aparência clássica predominou e ficou muito bom."
DESAFIO 9 "Esse jogo mostrou o que Crash Bandicoot: Warped deveria ter tido neste ponto, algumas fases e áreas de Bônus ficaram desafiantes, mesmo havendo poderes, aliás, eles são indispensáveis para vencer esses desafios. Esse ponto realmente me fez ficar vibrado neste jogo, realmente é uma ótima pedida para quem gosta de desafios, isso além dos Time Trials."
JOGABILIDADE 10 "A Vicarious Visions conseguiu ainda melhorar o que já estava incrível no jogo anterior. Os novos poderes, as fases complexas, os puzzles bem pensados, além do estilo clássico e de uma história fora do padrão de todos os jogos, tudo o que a série deveria ter tido em suas sequências nos consoles de mesa, digo sem dúvida alguma que este jogo é um dos melhores do Gameboy Advanced."
NOTA FINAL 9.0
#02 - Data: 29/07/2012 - Identificação: Raphael Simão

SOM

9.5 "Parecidos com os do Crash: Warped, mas podia ser melhor."
GRÁFICOS 9.5 "Poderia melhorar em alguns detalhes, mas ótimo."
DESAFIO 10 "Cada fase vai ficando mais difícil do que a anterior, excelente!"
JOGABILIDADE 9.5 "Ótimo, há novas coisas, mas faltou a bazuca."
NOTA FINAL 9.6
#01 - Data: 04/04/2012 - Identificação: João Victor

SOM

8.5 "As fases  como a do: VS Fake Crash, parece de festa, ficou horrível, parece que eles estavam numa competição de dança."
GRÁFICOS 10 "Personagens muito bem feitos.E bem divertidos."
DESAFIO 10 "Muito difícil achar os diamantes azul,vermelho e verde. Chefões difíceis,apesar que Fake Crash ajuda VS N-Trance."
JOGABILIDADE 6 "Meio difícil decorar os botões,meio "ridículo" o Crash começar com 2 pulos, e desbloquear giro ao ar depois."
  8.6

Dragons & Bandicoots © 2001/2017 - Versão 15.0

Site desenvolvido e criado por Paulo Moreira (dragonsb). Os personagens mencionados neste site são marcas registradas de Activision, Inc. O site Dragons & Bandicoots não possui nenhuma ligação com a empresa mencionada.
Site hospedado por Webhost Brasil.